Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Artista local é convidado da semana da série Encontros

O clipe da música “Como Por do Sol” tem o Palácio como cenário

DSC06868
Lipsen no Salão dos Espelhos do Palácio Piratini - Foto: Alvaro Bonadiman

No episódio da série Encontros desta semana, Lipsen lança o clipe da música Como Pôr do Sol, que contou com produção da equipe do Projeto Centenário do Palácio Piratini. O vídeo está disponível nas redes sociais do Palácio (Facebook e Instagram), no canal do YouTube e no site. 

A música

Como o Pôr do Sol é uma balada romântica ao piano, inspirada pelo clássico pôr do sol de Porto Alegre, conhecido como um cartão postal da cidade. Com forte influência das grandes canções românticas de Elton John, Lipsen nos convida para testemunhar o espetáculo do pôr do sol no camarote da janela do seu quarto. 

Como o Pôr do Sol desenha uma metáfora do amor que, como o pôr do sol, acontece na hora certa e não espera por ninguém. Segundo Lipsen, é possível encontrar algumas referências à cultura portoalegrense, como o Bloco da Laje, do qual é integrante, e a música Horizontes, um clássico popular gaúcho. “O sol é o rei” é parte do repertório do bloco, e a harmonia de Como o Pôr do Sol foi inspirada em parte pela canção de Flávio Bicca Rocha”, revela. 

Assim como Ninguém, lançada no dia 09 deste mês, a faixa compõe o EP de estreia de Lipsen, intitulado “O Que Eu Não Posso Mais Sentir Sozinho”, previsto para chegar às plataformas no aniversário do compositor, 15 de outubro. As 6 canções que integram o EP apresentam ao público histórias de dores e desamores vividos pelo artista, que utiliza todo seu repertório teatral na interpretação.

Lipsen

DSC06834
24114249-dsc06834.jpg
Ator, cantor e compositor de Porto Alegre e se descreve como uma bixa multiartista. Bacharel em Teatro (UFRGS 2009), mestre em Artes Cênicas (PPGAC-UFRGS 2016) e doutorando em Artes Cênicas (PPGAC-UFRGS). É integrante do Grupo Cerco de teatro desde a sua fundação, em 2008, e também colabora como ator e músico junto a outros importantes grupos de teatro do RS em suas produções.

É conhecido por seu trabalho como artista de rua, o qual ele apresenta tradicionalmente aos domingos no Brique da Redenção em Porto Alegre. No show na rua, intitulado “Música para três pulmões”, Lipsen canta grandes hits da música pop nacional e internacional em versões inusitadas para voz e acordeom, com muito fôlego e bom humor.

Lipsen lança sua carreira solo em 2021, trazendo ao público suas canções autorais contando as dores e os desamores utilizando todo seu repertório teatral na interpretação.

O clipe

Produzido por Deborah Anttuart, com direção de fotografia e edição de Alvaro Bonadiman, direção e criação de Mateus Gomes, o vídeo se passa em diferentes locais do Palácio, inclusive o piano do Salão dos Espelhos.

Mais notícias

Comitiva da Unipampa na foto de Giane Vargas, na exposição Donas da História.

Comitiva da Unipampa visita o Palácio Piratini

Na tarde desta sexta-feira, 10, o reitor da Unipampa, Roberlaine Jorge, e a comitiva composta por professores, técnicos e alunos, visitaram o Palácio Piratini. O grupo aproveitou a visita para ver a Exposição Donas da História, em que a professora da...

Príncipe Custódio, o Príncipe negro da capital gaúcha

Palácio Piratini lança seu primeiro documentário

O Palácio Piratini lança seu primeiro documentário hoje, 23, encerrando a programação dedicada ao Cinquentenário da Consciência Negra no Rio Grande do Sul. Custódio, o Príncipe de Porto Alegre está disponível no canal do YouTube e no site do...

DSC02910 (1)

Palácio Piratini é pauta em evento de gastronomia

Na quinta-feira (18) a série A Cozinha do Palácio Piratini foi tema da palestra do evento Mesa São Paulo, na área de Tendências. A série estava representada por Mateus Gomes, responsável pelas atividades do Centenário do Palácio Piratini, Eder...

Palácio Piratini