Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

1898-1908

Antônio Augusto Borges de Medeiros

Retrato do governador Antônio Augusto Borges de Medeiros

     Advogado nascido em Caçapava do Sul em 1823 e herdeiro político de Júlio de Castilhos, Borges de Medeiros foi o gaúcho que governou o Estado por mais tempo: 25 anos e cinco mandatos. Coube a ele a honra de inaugurar o palácio e administrar o Rio Grande por sete anos na nova sede. Do palácio comandou um dos lados da Revolução de 1923, em seu gabinete ratificou o Tratado de Pedras Altas, que pôs fim à guerra e acabou com a reeleição para o governo do Estado. Borges nunca residiu no palácio e deixou uma forte tradição de austeridade. Em 1934 concorreu à Presidência da República pela UDN (União Democrática Nacional) na eleição indireta realizada pela Assembleia Nacional Constituinte vencida por Getúlio Vargas. Em seguida, elegeu-se deputado federal. Cassado em 1937 pelo Estado Novo, afastou-se da vida política, falecendo em 1961.

Palácio Piratini