Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Palácio Piratini firma parceria com UFPEL para restauração de quadros

17 obras do acervo palaciano serão restauradas

DSC09936
Obra "A Santa Ceia" - Foto: Alvaro Bonadiman

O Palácio Piratini firmou uma parceria com a Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) para a restauração de 17 obras do acervo palaciano. Essa colaboração está acontecendo desde 2020, quando foi iniciado um restauro de obras do Museu Piratini, como A Fuga de Anita Garibaldi, de Dakir Parreiras, encomendadas por Borges de Medeiros para adornar o Palácio. 

00:00:00/00:00:00

Retratos Farroupilha - História e restauração do quadro A Fuga de Anita Garibaldi

Vídeo sobre a restauração do quadro A Fuga de Anita Garibaldi Crédito: Palácio Piratini

Em 2022, é a vez do acervo pictórico palaciano, que será levado a Pelotas para que os trabalhos de preservação e cuidado dos quadros sejam realizados. A iniciativa faz parte de um acordo bilateral entre o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e a Universidade, nas comemorações do Centenário do Piratini. Nesse projeto, participam 21 alunos, supervisionados por Andrea Bachettini, professora e coordenadora do projeto de extensão Laboratório Aberto de Conservação e Restauração de Pintura, e Keli Cristina Scolari, restauradora da UFPEL. Hoje, 19, foi promulgado no Diário Oficial do Estado a oficialização da parceria.

Para Isis Fófano, restauradora do Núcleo de Conservação e Memória do Patrimônio Cultural do Palácio Piratini, a parceria com o curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFPEL é importante por viabilizar a conexão entre instituições de diferentes escalas, estadual e federal, em uma relação em que ambas as partes se beneficiam. “O Estado com a mão de obra cedida para a restauração de parte de seu acervo, e a universidade com a possibilidade de prática profissional dos discentes, em diferentes áreas, como: pesquisa, ensino e extensão”, complementa. Além disso, há o ganho social, já que se trata de um acervo público, que, após restaurado, irá retornar para o Palácio Piratini.

Andrea comenta que esse projeto deveria ter acontecido durante o Centenário, mas, por conta da pandemia e do fechamento da Universidade, o projeto foi postergado. Com a volta do presencial, esse trabalho será retomado. “Primeira coisa que fazemos é a documentação fotográfica do acervo, o registro escrito e os exames com luzes especiais. E já vamos conhecendo a obra. A partir disso, fazemos o diagnóstico do estágio de conservação e montamos uma proposta de intervenção para cada uma das obras”, fala a coordenadora sobre o processo de restauro. São cuidados variados, cada obra precisa de uma atenção especial, com tratamentos correspondentes aos seus danos. A ideia é concluir o restauro até o final do ano de 2022.

Fazem parte do projeto as pinturas, Céus de Bagé, de Glauco Rodrigues; Interior de Igreja, de Leopoldo Gotuzzo; Clareando o dia, de Glauco Rodrigues; Casarão (Rio Ipanema), de Libindo Ferraz; Casa de Esquina, de Wagami; S/ Título, de Helios Seelinger; S/ Título; de Autor não identificado; S/ Título, de Guido Mondin; A espécie, de Jatyr A. Loss; Igreja de São Miguel, de Wagami; A Santa Ceia, de Guido Mondin; Casa isolada, de Libindo Ferraz; Paisagem Rio Grandense, de Libindo Ferraz; S/ Título, de Helio Seelinger; S/ Título, de Ângelo Guido; Jesus Cristo, de Guido Mondin e Jangadas de Ângelo Guido. 

“São obras muito importantes para a história do Rio Grande do Sul e do Brasil. São de artistas renomados, então isso também é importante para que os alunos façam uma pesquisa sobre as obras e as técnicas utilizadas, para que tenham contato com obras renomadas”, acrescenta Andrea.

Texto: Ana Julia Zanoto
Edição: Stéfani Fontanive

Mais notícias

DSC00015

Museu do Doce, em Pelotas, expõe obra do Palácio Piratini

Do dia 24 de maio até o final de setembro, o Museu do Doce, em Pelotas, expõe uma obra do acervo que já pertenceu ao Palácio Piratini. A pintura “ Alegoria, Sentimento e Espírito da Revolução Farroupilha”, de Helios Seelinger, foi enviada para a...

DSC07817

Cerca de mil pessoas visitaram o Palácio Piratini na Noite dos Museus

O Palácio Piratini participou pela primeira vez do evento Noite dos Museus, realizado em Porto Alegre no sábado (21/5), e recebeu aproximadamente mil pessoas. A intenção era apresentar a sede do Executivo gaúcho ao público. Os visitantes...

Fachada principal   GM (2) copiar

Postes históricos do complexo do Palácio Piratini são reinstalados

Nesta segunda-feira, 16, os postes históricos do passeio público do Palácio Piratini foram reinstalados. As peças haviam sido retiradas para restauração. Originalmente, o passeio público contava com quatro postes em ferro fundido e globos de...

Palácio Piratini