Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Palácio Piratini oferece oficina de formação

Evento ocorreu na manhã de sábado (29)

Oficina de formação Palácio Piratini arte e história (6)
Palestrantes e ouvintes da oficina de formação Palácio Piratini: arte e história, posam no vestíbulo principal. - Foto: Palácio Piratini

A oficina de formação Palácio Piratini, arte e história, realizada para os profissionais do cerimonial da casa, ocorreu na manhã deste sábado (29/5). Promovida pelo Palácio em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande Sul (IHGRGS), ela conto u com palestras de Jefferson Teles Martins, Luciana da Costa Oliveira e Paulo Estivalet Flores Pinto. Participaram também o presidente do IHGRGS, Miguel do Espírito Santo, e o coordenador da Comissão do Centenário, Mateus Gomes. 

Além dos trabalhadores do cerimonial, estavam presentes membros da Assessoria de Arquitetura do Palácio; a presidente do Museu Julio de Castilhos, Doris Couto; e Toninho Sarasá, do estúdio Sarasá.

O evento

O coordenador da Comissão do Centenário, Mateus Gomes, abriu o evento agradecendo os palestrantes e os convidados. A oficina iniciou-se com Jefferson Teles Martins falando sobre aspectos políticos do Estado do período entre 1920 e 1930. Em seguida, Luciana da Costa de Oliveira tratou das obras encomendadas pelos governadores durante a construção do Piratini para adornar o local. Ela explicou a história e a composição dos 23 murais presentes nos salões do Palácio, com ênfase nas obras Negrinho do Pastoreio e A formação do Rio Grande do Sul, do pintor italiano Aldo Locatelli. Por fim, Paulo Estivalet Flores Pinto comentou sobre os dois carros históricos presentes no Palácio, o Ford T, conhecido como Ford Bigode, e pelo Stutz. 

Oficina de formação Palácio Piratini arte e história (4)

A oficina contou ainda com um passeio pelos salões que contam com os murais de Locatelli, com explicações sobre cada um deles por Luciana.

O objetivo da atividade era aprimorar o conhecimento artístico e histórico da equipe do Palácio para otimizar as informações transmitidas nas visitas guiadas ao Piratini. “Foi um privilégio organizar e participar da oficina sobre o Palácio Piratini, um local repleto de história, cultura e arte. Com essa palestra ministrada por grandes especialistas sobre o assunto, pude sanar minhas dúvidas e ficar ainda mais fascinado sobre nosso Palácio. Aguardo ansiosamente por novas oficinas”, comentou o coordenador das Visitas Guiadas e Recepção do Palácio, Lorenzo Cunha.

Thiago Ferreira da Silveira, estagiário do cerimonial do Palácio, afirmou que foi “um seminário espetacular”. Para ele, conhecer mais sobre as obras de Locatelli e sobre os governadores que ajudaram a moldar a história do Rio Grande do Sul foi uma experiência muito necessária. “Ao aprendermos mais sobre o Piratini, podemos repassar esse conhecimento histórico para os visitantes que vierem quando as portas do Palácio forem abertas ao público novamente”, projeta.

Os palestrantes

Jefferson Teles Martins

Licenciado em História pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestre e doutor em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com estágio de doutoramento na Freie Universität Berlin, é membro efetivo e diretor executivo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul.  

Luciana da Costa de Oliveira 

Formada em História (Licenciatura e Bacharelado) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), é especialista em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e doutora em História pela PUCRS, com pesquisa voltada à pintura do Rio Grande do Sul, especialmente a obra de Aldo Locatelli. Atualmente realiza estágio pós-doutoral em História na Unisinos. Faz parte da coordenação do GT Acervos: História, Memória e Patrimônio da Associação Nacional de História (ANPUH/RS) e da Comissão Interdisciplinar de Preservação de Processos Judiciais Aptos a Descarte (Cominter/TJRS). Também é membro pesquisador do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul.

Paulo Estivalet Flores Pinto

Pesquisador nos campos de conhecimento da história platina, missioneira, açoriana, demográfica e cartografia histórica, também é engenheiro civil e agropecuarista. Em 2008, foi consultor do curso de História do Centro Universitário da Região da Campanha (Urcamp/Alegrete), em pesquisa de campo sobre as estâncias jesuíticas guaranis e mangueirões de pedras, na estância da Candelária, localizada no Itapororó, e na Estância São Miguel, localizada no Rincão de São Miguel. Colaborou na reorganização do fichário genealógico de Moacyr Domingues, do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, onde é membro efetivo.

Oficina de formação Palácio Piratini arte e história (5)

Texto: Stéfani Fontanive

Edição: Vitor Necchi/Secom

Mais notícias

DSC06852

Primeira temporada da série Encontros chega ao fim

O Palácio Piratini se despede hoje (8) da primeira temporada da série Encontros, em que artistas eram convidados para exibirem seus trabalhos no Palácio Piratini. Com 17 episódios, que mesclam declamação de poemas, danças e músicas, a série trouxe a...

Capa v6 (1)

Palácio Piratini fará sua primeira live

A primeira live oficial dos canais do Palácio Piratini ocorrerá na próxima quarta-feira (13/10) e irá discutir qual o retrato do gaúcho hoje, pergunta que rege a série Retratos do Gaúcho. A conversa contará com a presença de Liliana Cardoso, a...

DSC06868

Artista local é convidado da semana da série Encontros

No episódio da série Encontros desta semana, Lipsen lança o clipe da música Como Pôr do Sol, que contou com produção da equipe do Projeto Centenário do Palácio Piratini. O vídeo está disponível nas redes sociais do Palácio (Facebook e Instagram), no...

Palácio Piratini